Rss Feed
  1. Lealdade

    domingo, 29 de março de 2015



     
     
    Esse tal de Amor não deveria cultivar esperanças no seu jardim, e sim segurança. A paixão não deveria criar expectativas dormindo no tapete da cabeceira, e sim realidade, luz para enxergar verdades e intenções. As mãos não deveriam buscar palavras que a boca não sabe como falar. Eu so queria que tudo fosse mais fácil, eu só queria que houvesse cumplicidade, felicidade, confiança, segurança, você aqui.
     
    Não lembro mais do seu sorriso ao acordar, não lembro mais do seu gosto musical, não tenho mais seu cheiro guardado em meus casacos. Mas por que ainda tenho você aqui? Por que não posso falar tudo o que eu quero e não quero, dar as costas e te deixar para trás, te prender no passado. Só queria que você deixasse tudo ser mais fácil, que voltasse aqui e me deixasse no seu passado, que me permitisse te deixar no meu, que queimasse todas as lembranças que minha mente ainda tem. Mas você não deixa, parece que ainda somos aquele casal legal, não somos, não sou, não adianta, não, não e não. Você me cansa, você não sai daqui, você não sai das esquinas, dos fins de corredores, você não sai dessa maldita cidade que nos pertencia.
    Sabe de uma coisa? Há uma semana sonhei com você, e adivinha só, você nem vai acreditar... você se despedia de mim, você finalmente cumpria sua promessa de lealdade e me deixava ir, me dava paginas em branco, apagando você e nossa pequena vida feita em intensos meses, me dava aquele sorriso que você colava seu nariz com o meu, que eu me esforçava para vê seu sorriso, mas acabava fechando os olhos e sorrindo junto, e então você ia embora me deixando no meio daquela multidão. Acordei com a sensação de que agora era real, que agora você tinha ido, mas não... nossa musica tocou e mais uma vez você estava lá, fui ao bar e você estava lá, fui a tua rua e você estava lá, por fim fui a tua vida e eu não estava lá.
    Melhor deixar para lá.
    Melhor viver.
    Melhor ainda ter um pouco de você.
    É, por fim é Melhor.
     
     
    |