Rss Feed
  1. Professor é agredido dentro de escola em Recife

    sábado, 8 de janeiro de 2011

    "Um professor da rede estadual foi agredido por um aluno, na última quinta-feira (06), dentro da Escola Estadual Poeta Manuel Bandeira, na Ilha do Leite, no Recife. Henrique Virgínio de Souza(meu professor de filosofia e Historia a 5anos), 28 anos, reprovou o aluno Emaxwell Robson Coutinho dos Passos, 23 anos, que, após receber o resultado, deu tapas e murros no professor.

    De acordo com o professor, as agressões verbais e ameaças são constantes na escola, principalmente em época de provas. "Eu estava na sala dos professores, analisando as cadernetas do ano letivo. Após saber que foi reprovado em quatro matérias, uma delas a que eu ensino, ele me deu dois tapas nas costas, e depois um soco no olho direito. Você fica refém dentro da escola. Não só eu, mas vários colegas", conta.

    Henrique de Souza é professor de História há sete anos e ensina na rede estadual há quatro. Ele realizou exames de corpo de delito do Instituto Médico Legal e pediu transferência da escola. A queixa foi registrada na Delegacia de Joana Bezerra. 

    Em nota oficial, a Secretaria de Educação confirmou a transferência do professor. Em relação ao aluno, "a Gerência Regional de Educação Recife Norte informa que a gestão escolar vai reunir Conselho Escolar, pais e estudante para analisar o caso e tomar as medidas cabíveis. Ressaltando que a escola é um ambiente de aprendizagem e não de punição, a Secretaria iniciará um conjunto de ações voltadas para a prática cidadã e o respeito às diferenças".

     

    Bom agora eu vou falar, meu sonho é ser professora de geografia, uma matéria que amo e ate física eu enfrento para entrar na faculdade e lecionar, sempre gostei de geografia e dê de a segunda serie do fundamental I, e decidir ser professora de geografia,sabe, é uma coisa que eu amo e sei que se eu for fazer vai ser de bom grado e do fundo do meu coração, meio que isso me deixa revoltada e com medo.

    Se você não é de renome (coisa que professor velho tem) você não ganha no patamar de ajudar seu marido ou morar sozinho, coisa que o meu professor só consegui depois de uns 10 anos (por ai)  e  o apartamento dele nem é próprio ainda. Apenas as escolas do governo, estaduais e as integrais de referencia que no caso você é professor exclusivo, você ganha bem, por isso todos os meus professores lecionam tanto na particular (de uma a três escolas) e tem uma que não é particular.

    Isso, geralmente é por concurso, a vaga não são muitas e você demora pra caralho a ser chamado, é mais fácil virar professor nos estados unidos do que ser chamado pra lecionar em uma escola de referencia você sendo um professor recém formado ou com poucos anos de formação.

    Então, eu tenho medo do mercado de trabalho e principalmente da violência.

    Não estou só dizendo que só acontece isso em escola publicas, blz, eu sei que ocorre em escolas particulares, mas as regras são mais duras, eu sei pelo fato de estudar em uma escola particular. Pelo menos na que estudo os coordenadores, diretores e os donos estão sempre do lado do professores, na sala eles são autoridades, no conselho de classe eles pode ate expulsar o aluno.

    No fim de ano, nos recebemos um envelope e quem não recebe foi convidado a sair da escola.

    A violência impede os professores a trabalharem, saber que se reprovar o dinheiro que ele tem pra fazer algo vai ser pra o caixão ou um bom plano de saúde, se não vai acabar na fila de um HR da vida.

    Agora é meu sonho contra a violência. Sem falar na pouca remuneração!

    Morro de fome, mas morro feliz!

    |


  2. 1 comentários:

    1. Dani disse...

      Um verdadeiro absurdo. E o mais impressionante, é que este tipo de crime está cada vez mais comum.
      Sinceramente, não podemos deixar estas barbáries caírem na normalidade.

    Postar um comentário

    Se gostou deixa comentário, se não gostou, aceitamos criticas. se quiser desabafa, estamos aqui. volte sempre!